Delecampio José Menassa

Informação

Este artigo foi publicado em 19/04/2008 e está arquivado em Crescimento pessoal.

Tags

,

Como ser um palestrante, como pregar a palavra de Deus

Antes de apresentar-se ao público, se estiver tenso, respire fundo durante 30 segundos. Ao ser apresentado, olhe primeiro para o apresentador, depois se dirija a assembléia, olhando direto para as pessoas e não para o teto, mas não fixe o olhar apenas em uma pessoa, pois a deixa constrangida. Evite apresentações pessoais prolongadas, diga apenas seu nome, profissão, estado civil e quantos filhos, se tiver. Mais detalhes não o levará a nada. Fale o tema, o assunto, ou o titulo da pregação para que o público não fique disperso tentando adivinhar sobre o que você esta falando.

Os primeiros minutos da fala de um pregador ou palestrante é o que mais fica na mente dos ouvintes; por isso, não o desperdice. Jamais comece uma fala com desculpas ou histórias engraçadas. Seja: caloroso, animado e cuidadoso.

Não diga o quanto você se preparou para esta fala. Se estiver nervoso ou com problema; se por algum motivo não pode se preparar psicologicamente, estudar, pesquisar o bastante, a assembléia não precisa saber, porque eles certamente irão desviar a atenção, pensando no que estão fazendo ali diante de alguém que não está preparado para lhes falar.

Não faça promessa de que a palestra que irão ouvir será a melhor que já ouviram, porque exageros levam a esperança, que pode ser transformada em frustração, caso os objetivos não sejam atingidos.

A alegria e a motivação são muito importantes; por isso, sorria sempre, o sorriso projeta cordialidade e demonstra confiança. Termine a frase sempre com um semblante feliz e sereno, pois assim, ficamos mais agradáveis aos olhos daqueles que nos vêem e escutam. É fácil praticar isso diante do espelho.

Procure não imitar outros pregadores, seja você mesmo. Nunca pregue com óculos escuros ou de olhos fechados. Fale o essencial do tema a fim de que todos memorizem facilmente. As últimas palavras ficam ressoando nos ouvidos da assembléia, são estas que serão lembradas por mais tempo; então, prepare bem o final para não ficar dando voltas desnecessárias, e fazer igual a um avião que pode pousar, mas fica dando voltas sem aterrissar e por fim fica sem combustível. Ao acabar o assunto, não repita o que já falou, pois irrita as pessoas, é preciso ser objetivo. E jamais termine dizendo: “E isso é tudo que tenho a dizer”.

A fala fica mais interessante, se tiver casos, acontecimentos, que podem ser retirados do seu passado, mas devem ser breves. Ao citar pessoas, mencione nomes fictícios, pois imagine uma história cujo herói não tenha nome.

Faça um compromisso, por escrito, para a realização da pregação ou palestra: deve-se reservar 15 minutos de oração; 30 minutos de estudo e10 minutos de meditação.

”Maldito aquele que faz com negligência a obra do Senhor” – Jr. 48,10

“Prega oportuna e inoportunamente” – II Timóteo 4.1-2

Postura ideal:

  • Deixe as mãos livres, não às coloque nos bolsos;
  • Não fique balançando jóias, relógios ou bijuterias;
  • Permaneça sempre ereto, equilibrado nos pés, com ombros firmes;
  • Transmita um comportamento entusiástico e alegre;
  • Não encoste ou debruce no ambão, fique a vista para que todos o vejam;
  • Não cruze os braços, nem os levante acima dos ombros;
  • Não encoste o microfone na boca, afaste-o a cerca de quatro centímetros para que a voz fique mais clara;
  • Deixe que vejam seus lábios a fim de que possam, também, fazer a leitura labial;
  • Cuidado com gestos em excesso.

Roupas e aparência

  • As mulheres devem evitar decotes, saias curtas, blusas que mostram a barriga, calças justas, seus cabelos devem ser bem penteados, de preferência presos; suas unhas, pintadas com cores claras, roupas e sapatos limpos;
  • Os homens devem evitar camisetas, calça justa, a barba deve estar feita e seus cabelos cortados e unhas, roupas e sapatos limpos.

Geralmente, usa-se o básico, cuidado com exageros, pois somos percebidos de três formas:

  • Visualmente (55%): nosso corpo expressa os nossos sentimentos, ele é o primeiro comunicador. Se falar de tristeza, o semblante precisa ser triste; de alegria, o semblante é alegre, porque é através dele que é revelado o ânimo ou desânimo de quem está falando. O sentimento mostra, com clareza, o quê está no coração, informa e transmite a verdade, a alegria ou a tristeza, a paz, angústia ou agitação.
    O estado emocional e espiritual de quem vai falar precisa estar muito bem, para que se possa comunicar na integralidade.
  • Vocalmente (38%): a maneira de falar e o tom de voz podem mudar totalmente o que se quer dizer e o entendimento pode ficar obscurecido. Pode ser dito um não e não magoar; um sim e não agradar.
    A fala pode ser melhorada, à medida que for tirando a rispidez e a adequando o tom, conforme o assunto mencionado. Não se deve usar o mesmo tom de voz do começo ao fim, os ouvintes certamente irão cochilar. A entonação diferenciada em alguns pontos é importante, porém é diferente de gritar. Sempre após uma pausa, fale um pouco mais rápido e lembre-se de colocar ênfase onde precisa.
    A fala é como uma viagem. Tem sempre uma finalidade. É preciso saber para onde ir, o que fazer; saber por onde passar para ser objetivo, sem muitos rodeios, para chegar ao ponto da pregação.
    A pregação pode também ser comparada à construção de um edifício, porque precisa de plano, projeto, análise e mão de obra.
  • Verbalmente (7%): dos 100% de uma apresentação registramos apenas 7% do que nos falam. Por isso, é bom repetir, porém com palavras diferentes para fixar na mente e no coração.
    Contudo, se faz necessário à humildade, deve-se ter cuidado para não ser mandão, moralista, pois quem quiser ser o primeiro, que seja o último.
    Jesus disse: “Aquele que se humilha será exaltado e o que se exalta será humilhado”. Assim, evite falar de si mesmo, mostre Jesus e não Eu do falante (pregador ou anunciante).

Etapas da preparação

  • Identificação do tipo de ouvinte: a fim de preparar o assunto com um vocabulário adequado e pesquisar o assunto a ser dado;
  • Preparação do assunto: anotar tudo que vem em mente, pesquisar, estudar, resumir e organizar as idéias no papel, o importante é não confiar tanto na memória, pois detalhes importantes podem ficar esquecidos.
  • Incubação: reflexão do assunto, o silêncio acalma, é a fase do se conhecer melhor para falar diante do público; orar e meditar, pois a oração pode ajudar a eliminar a arrogância, o orgulho, a vaidade, a ostentação, o medo.
  • Desespero psicológico: é importante não se deixar desanimar. A intuição e a luz vêm com a oração e meditação, mas é preciso buscar dados, informações, fatos, estudar muito. Grandes oradores falam que se vai falar uma hora é necessário estudar dez horas. Pode-se dizer que é desrespeito com a assembléia e com a ação do Espírito Santo se não houver preparação, porque a ação vem, principalmente, para aquele que se preparou e estudou.
  • Verificação e análise: ver se, realmente, confirma-se toda a intuição; melhor poucas palavras com direção, do que muitas sem entendimento.

Uma pregação precisa ter:

Tema; motivação; desenvolvimento; conclusão; resumo geral; chamado à ação e oração final.

  • Ao preparar uma pregação, se pergunte: Quando? Onde? Quem? O que? Por quê? O que está escrito? Quem fala? A quem se dirige? Qual o assunto? Quais personagens? Essa atitude da cor e vida as palavras.
  • Procure entender, meditar e não decorar. Falar verdades como se fossem verdades e não como se fossem mentiras. As pessoas gostam de quem conversa com elas; e não, de quem fala com elas.
  • Comece a preparação da pregação quando lhe for solicitada. E já procure definir a estrutura da homilia não deixando para meditar no último momento.
  • Procure reunir seus pensamentos, idéias, convicções sobre o que vai falar.
  • Não se pode fazer de uma fala como um mexido de arroz e ovo, misturando de qualquer jeito achando que dará certo.
  • Não abordar vários assuntos de uma vez só, centralize-se em um tema principal, não queira falar da bíblia toda de uma só vez.
  • Ao pregar a palavra de Deus, não termine uma fala sem apresentar Jesus.
  • Lembre-se que a maior parte do povo desconhece a Palavra de Deus.
  • Leve em conta o grau de conhecimento da assembléia que está lhe ouvindo.
  • Situe o texto bíblico de forma bem simples e clara.
  • Depois de ter estudado o tema, meditado todo o conjunto de idéias, é preciso ter um arranjo eficiente e equilibrado.
  • Tudo o que for dito precisa ter: sentimento, clareza, objetivos, entusiasmo, sinceridade, convicção e firmeza.
  • Pergunte-se: Esta assembléia melhorará em quê, depois de terem me escutado?
  • Porque acredito nisso?
  • O que estou querendo provar?
  • Quais as dúvidas que tinha antes de estudar sobre este tema?
  • O que tem haver este texto com nossa vida?
  • O que a assembléia precisa saber?
  • Qual o ponto que precisa ser destacado?
  • É preciso fazer atualizações da palavra para os dias de hoje.
  • Estar inteirado da situação social, econômica e política.
  • Saber o que mais esta afetando o povo.
  • Quais os programas de TV que mais influenciam.
  • Pode-se ligar a palavra com a vida.
  • Lembre-se: excesso de detalhe é pior do que nenhum detalhe, o povo não gosta de descrições intermináveis, superficiais e irrelevantes.
  • Faz-se necessário ter reservas para deslizar pela superfície, ao invés de aprofundar em fatos. É bom tirar as palavras difíceis da fala.
  • Lembrar o Evangelho é uma Boa Nova e um convite à conversão e mudança de vida, é um apelo, uma adesão de fé.

Sugestões

  • Iniciar uma homilia com leitura de um texto bíblico é muito bom porque dá direção e respaldo para quem vai falar, e com certeza ficará nos corações dos ouvintes;
  • Coloque esperança e não desespero no povo;
  • Evite cacoetes: né, né, né, entendeu, entendeu, aí, aí;
  • Mantenha o bom humor, não seja um eterno mal humorado;
  • Não recrimine e não fique impaciente com as crianças que choram ou que correm durante a sua fala;
  • Nunca reclame da quantidade de pessoas que está presente, melhor do que quantidade é a qualidade dos ouvintes, pode ser pouco, mas com o coração aberto;
  • Não mastigue chicletes durante sua fala.
  • Não dê murros na mesa ou na bíblia a fim de despertar os que estão cochilando;
  • Não pergunte se gostaram da palestra, ou se atingiu o objetivo, é deselegante e dará a impressão que se está querendo glórias para si.
  • O bom pregador não fica parado o tempo todo e nem se movimentando excessivamente;
  • Evite palavras complicadas, a simplicidade é bem recebida em todas as ocasiões;
  • Se duvidar do que vai falar, melhor ficar calado, fale somente se acredita;
  • Não usar palavras que expressem incerteza: talvez, pouco, não sei, acho….
  • Use palavras fortes: com certeza, excelente, vamos, acredite….

    “Ide por todo mundo e pregue o evangelho a toda criatura” – Marcos 16,15
    “Recebeste de graça, de graça daí” – Mateus 10, 8.

  • É necessário vivermos com os pés no chão e o coração em Deus; “Nada façais por espírito ou vanglória, mas que a humildade vos ensine” ¬–Filipenses 2, 3.
  • Não citar a palavra você ou vocês e sim dizer sempre nós, é preciso se colocar no meio.
    “Quem fala por própria autoridade, busca a própria glória” João 7, 18
    Por isso, evite falar: “Deus falou isso para mim”. Se você sentiu uma moção do Espírito Santo, então diga: “Senti no meu coração que isso será de grande beneficio”.
    “Não pregamos a nós mesmos” – II Cor 4,1-6
  • Não se menospreze dizendo: “Eu, pobre pecador, indigno servo, vim aqui tentar falar…” e nem queira ser a estrela do ambiente, artista que trabalha para ter glórias, fama, dinheiro e elogios. Nós trabalhamos para a salvação nossa e do irmão (Tiago 5,19). Leia pastores infiéis: Livro do profeta Jeremias 23 e Ezequiel 34.
  • No final da fala é necessário que se tenha a essência do que foi passado para ficar em cada um, um breve resumo. Fechando a pregação, o ideal é deixar que o silêncio toque o coração das pessoas, dizendo apenas, louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo.

Testemunhos

Palestrante e pregadores são espelhos, são como modelo a ser seguido; por isso, o exemplo e testemunho de vida é muito importante. Portanto, é preciso ficar atento para não decepcionar os ouvintes. Assim, deve-se pregar o que se vive, e viver o que se prega.

Cuidado com testemunhos pela metade. Por exemplo, quando você disser, há 10 anos atrás, buscava somente o pecado e parar aí, sem trazer para a atualidade, sem mencionar como vivo hoje, seria melhor nem começar a dizer. É preciso dizer que hoje fujo do pecado, hoje vivo e testemunho a palavra de Deus. É necessário sempre finalizar o que falamos para não deixarmos dúvidas na cabeça do povo e tudo que falamos sobre nós, deve ser dito sem ar de superioridade, na simplicidade e com humildade.

Se for época de natal, dia das mães, dos pais, páscoa, não se deve ser desmancha prazeres, falando de consumismo, de gasto desnecessário, isto não vai converter ninguém.

Enfim não é bom ficar acusando os outros, porque se sentirão um lixo e você, o perfeito; no entanto, é imprescindível lembrar, que perfeito, só Deus.

Revisão pessoal, após a pregação:

  • O que captei?
  • O que experimentei?
  • O que me ocorreu?
  • Fui capaz de ouvir o que falei?
  • Ser humilde para acatar as críticas construtivas.

Para lembrar sempre:

Jesus não prometia prosperidade, prometia vida eterna, por isso não sejamos pregadores de fantasias, de ilusão, de falsas promessas.

“Sem mim nada podeis fazer” – João 15,5c

Assim, para não cairmos em frustrações o melhor caminho é obedecer ao Senhor.

  • O maior risco que corremos no trabalho do reino de Deus, é o de esquecermos de apresentar Jesus.
    Quando estamos livres da auto-suficiência, mesquinha e orgulhosa, podemos dizer: “Tudo posso naquele que me conforta” (Filp 4, 13); ou ainda: “Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim” (Gal 2, 20).
  • Ser fraco é estar muito consciente da própria pequenez e impotência.
  • “Nenhuma criatura se vangloriará diante de Deus”. (I Cor 1,29)
  • São João Batista, melhor do que ninguém expressou com sua vida e palavras como deve ser um mensageiro do Senhor.

    “Importa que ele cresça e que eu diminua” (Jô 3,30).

  • João Batista é um exemplo exato de como deve ser quem quer servir ao Senhor: “Não sou digno de desatar suas sandálias” (Lc 3,16)
  • “Guardai-vos de fazer vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles. Do contrario, não tereis recompensas junto de vosso Pai que está no céu” (Mt 6, 1).
  • “Ai de mim, se eu não anunciar o evangelho” (I Cor 9,16).
  • Há séculos antes de Cristo, o profeta Isaías proclamava. “Como são belos sobre as montanhas; os pés do mensageiro que anuncia a felicidade, que traz as boas novas e anuncia a libertação” (Is 52,7 a-b).
    E São Paulo alertava os cristãos de Roma: “Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão das palavras de Cristo” (Rom 10,17). Quer dizer, a fé entra pelo ouvido; por isso, é preciso anunciar o evangelho a todos.
  • Prega a palavra, insiste oportuna e importunamente, repreende, ameaça, exorta com toda paciência e empenho de instruir.

    “Porque virá o tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação” (II Tim 4,2-3ª)

  • Precisamos evangelizar, ser exemplo de vida, seja por uma simples conversa, ou pelo jornal, pelo rádio, pela televisão ou por qualquer outro recurso à nossa disposição.
  • Disse Santo Afonso de Ligório: “Muitas de nossas ações, boas em si mesmas, pouco ou nada valerão junto de Deus, porque são feitas para outro fim e não para própria glória divina”.
    E o santo explicou que o amor próprio é que faz perder todo ou em grande parte o fruto das nossas boas obras.
  • Quando desempenhamos alguma atividade pelo amor a Deus e aos homens não nos perturbaremos, mesmo que não sejam bem sucedidas.
  • Santo Afonso dá sinais que nos indicam quando estamos fazendo algo por amor a Deus:
    o Primeiro: não nos perturbemos em caso de fracasso porque sabemos que tudo depende de Deus;
    o Segundo: alegramo-nos com o bem que os outros fazem, como se nós mesmos tivéssemos realizado;
    o Terceiro: aceitamos de boa vontade o que a obediência nos pede, sem preferências para algum trabalho especial;
    o Quarto: não ficamos à espera de louvores nem de aprovações dos outros após cumprirmos o próprio dever; não ficamos tristes se formos criticados ou desaprovados pelos outros e se, por acaso, recebemos qualquer elogio, não nos envaidecemos, mas afastamos o sentimento de vanglória;

Cuidar da voz e garganta:

Alguns erros cometidos como gritar, falar alto, falar até acabar o ar, forçando a voz, pigarros ou ficar raspando a garganta, tossir e deixar de beber água antes, durante e depois das pregações, prejudicam a garganta e as cordas vocais.

O grito, além de ser desagradável, feri os tímpanos dos ouvintes, fale com tom ameno e articule bem as palavras. Faça exercícios de voz antes de pregar. Cuide da dicção, cadência, compasso e harmonia nas disposições das palavras. Preoculpe-se com ritmos e impostação (representar o que esta falando, faça projeção da voz).

Dica: maçã e salsão são muito bons para a voz e ótimos para limpeza do organismo, da boca e da faringe.

Não é bom para a voz:

Chocolate antes de ter que usar muito a voz, nem gengibre porque irrita as cordas vocais, e própolis porque anestesia a região da laringe.

Bala halls e cravo anestesiam todo o sistema fona tório.

Não use medicamentos para a voz, sem consentimento médico.

  • Nenhum homem ajuda o outro sem ajudar a si mesmo;
  • SEJA FELIZ FAZENDO O PRÓXIMO FELIZ.

QUE DEUS ABENÇOE ESTE TEMPO DE ESTUDO QUE VOCÊ ACABOU DE FAZER AGORA.

Fontes de pesquisa:
Bíblia Ave Maria
CARNEGIE, DALE. Como falar em Público e Influenciar Pessoas no Mundo dos Negócios. RECORD. 26ª ED, 1962.
LEEDS, DOROTHY. O Poder da Fala. RECORD 1994
POLITO, REINALDO. Super Dicas para falar bem. EDITORA SARAIVA. 1ªED, 2005.
CORRIGIDO POR BEIGLER APARECIDA RABBI E GRACIANE BREDA.

40 comentários

  1. sebastião Eustaquio Cota de Oliveira
    16/03/2009

    Muito bom excelente

    • delecampio
      16/07/2009

      Que bom que você gostou.
      Visite sempre que quizer.
      Que Deus abençoe você e sua família.

  2. Delcimara P. A. Lirio
    25/05/2009

    Muito bom, me ajudou bastante. Porque estou fazendo a preparação para Ministro Extraordinário da Pregação da Palavra de Deus, e essas dicas são de grande importância p/ o meu crescimento espiritual.Continue esta obra de evangelização, q/ Deus te abençõe sempre…

    • delecampio
      16/07/2009

      E muito bom poder ajudar, se quizer enviar dúvidas e ou opiniões fique a vontade, será sempre bom manter contato.
      Deus o abençoe.

  3. Mácia Fernandes
    30/06/2009

    Muito bom, o texto abriu mais meu entendimento, pois sou minissionária de Cristo e prego a palavra com grande amor,por isso procuro fazer cada vez melhor, buscando mais e mais conhecimento.Amém? Deus abencõe à todos.

    • delecampio
      10/07/2009

      E muito bom saber que ajudei, principalmente a uma missionária que realiza um trabalho de vital importância na obra de Cristo.
      Visite o site sempre que puder e se tiver sugestões ou depoimentos fique a vontade em mandá-los. Este é um trabalho de divulgação da palavra e a opinião de todos é importante.
      Muito obrigado.
      Fique com Deus.
      Delecampio.

  4. amarildo alves
    20/02/2010

    gostei muito das dicas ,pois estou fasendo faculdade de teologia e pretendo ser um pregador da palavra de deus .jesus te abençoe e continue ti iluminando para que voce continue nos dando estas importantes e preciosas dicas .

  5. MARCELO GUSTAVO
    11/07/2010

    Homem de muita fé, pois acredita que por essa atitude possa divulgar a Palavra de Deus com seriedade e amor, assim como Jesus nos comissiona para o propósito da salvação, você com este ato nos proporciona o caminho correto para pregação da vontade “DIVINA”, parabéns!

  6. luiz carlos alves
    11/10/2010

    obrigado me ajudou muito muitas coisa importante que não sabia, creio que vai melhorar meu comportamento, obrigado

  7. João Vitor
    09/12/2010

    Muito bom, gostei muito.. Parabéns.

  8. carlos jeano
    25/12/2010

    muito bom mesmo, eu sou um jovem de 15 anos e estou começando ministrar a palavra de DEUS e estou procurando dicas para ter uma boa palavra, fazer uma boa pregação…se alguém sentir o interesse de me ajudar com dicas e conselhos acesse o meu Email: carlinhos-dunga@hotmail.com

  9. Adriano
    01/05/2011

    Gostei muito desse topico, estava precisando de algumas dicas.
    Hoje é a primeira vez que prego.
    Que Deus em seu infinito abençoe as vidas de todos vocês.
    Um forte abraço!!!

  10. israel santana
    03/06/2011

    como deus esta te usando sim deus e fiel acredite deus faz milagre sim

  11. MARIA FENIX
    10/08/2011

    SIM ESTE ESTUDO FOI MARAVILHOSO QUE O BOM DEUS QUE ILUMINOU ESTA CABEÇA LEVANDO AO RACIOCINIO DE DE SABEDORIA QUE CON SERTEZA TEM AJUDADOS PESOAS COM EU A ENTENDER MELHOR OS CAMINHOS A SER TOMADO PARA UM PREGADOR INICIANTE QUE DEUS O ABENÇOE TREMENDAMENTE.

  12. roberto milhomem
    22/08/2011

    gostei muito deste estudo,vou aplicá-lo na minha vida e lapidar minha oratória.obrigado!!!

  13. hamilton marques
    31/08/2011

    agradeço a DEUS por existirem pessoas como voces que nos ensinando a pregar a palavra tambem nos evangelizam que a paz de DEUS e o amor de maria esteja com todos , tudo que li na pagina anterior me tocou muito foi de grande valia continuem assim

  14. laudemir de freitas
    28/09/2011

    primeiro quero agradecer por estas dicas e dizer que o homem tem que crescer na graça e no conhecimento para ser um formador de opinião.

  15. ADOREI ESTE ESTUDO E PRECISO APRENDER MUITO MAIS NA PRESENSA DE NOSSO DEUS

  16. thiago haliston
    21/11/2011

    muito bom mesmo , muito obrigado!!!!

  17. mario
    27/01/2012

    muito obrigado me ajudou muito

  18. Viviane
    22/02/2012

    Paz do Senhor !

    gostei muito desse estudo , das dicas que Deus te abençoe
    para que possas continuar fazendo a obra dele assim
    trabalhando com a verdade , sim simplicidade & amor Amém ?
    tenho apenas 16 anos mais Deus me chamou desde o ventre
    de minha mãe pra pregar a sua santa PALAVRA e suas dicas
    me ajudaram e muito , fique com Deus ! abraços.

  19. Cleilson Tall
    28/03/2012

    mui bom!!!
    sou Adventista e essas palas me ajudarão miu.
    Deus abençoe voces.
    Boa Tarde!!!!!!!

  20. Francisco Panguila
    12/04/2012

    continuem a ensinar o evangelio que muito bom para muitas vida.

  21. Pollyanna
    04/05/2012

    A Paz do Senhor..!!!
    Esse estudo me ajudou muito..quero aprende mais como realiza uma boa pregação.Claro que sempre estamos na direção do Espirito Santo de Deus, nas também temos que fazer a nossa parte para melhor desenvolver o papel que cabe a nos desempenhar.
    Que o Espirito Santo de Deus te de mais e mais SABEDORIA DOS CÉUS para elaborar artigos que nos ajude.Obrigada.

  22. Reney
    13/05/2012

    muito bom gostei; como os demais q. comentaram me ajudou pois sempre estou falando em público primcipalmente na igreja obrigado.

  23. Deus que continue com a janela do céu aberta sobre sua vida e derramando da sua graça e conhecimento e da sua bençam

  24. Rony de Jesus
    27/05/2012

    Estou me aperfeiçoando para me apresentar como um obreiro que maneja bem a palavra e agradeço por estas dicas por Deus ter aperfeiçoado a sr. Delacampio, para bens.

  25. Rony de Jesus
    28/05/2012

    O que eu estava procurando como me aperfeiçoar para poder falar em publico e encontrei neste curso dicas importantes, parabéns a todos.

  26. Rony de Jesus
    28/05/2012

    Obrigado, me ajudou bastante. Porque estou me preparando para A Pregação da Palavra de Deus, e essas dicas são de grande importância p/ o meu crescimento espiritual. que Deus te abençõe.

  27. Thalita Alves
    01/11/2012

    UAU! Obrigada por todas essas dicas. Guardarei para sempre; pois meu desejo é Pregar o Evangelho, e não sei uma chata faladora de bobagem, rs…quero ser um instrumento; que através de mim , Jesus Clareie!

  28. ana leal
    09/12/2012

    estou em duvida pois vou pregar pela primeira vez em uma igreja…e estou com medo….me ajuda DEUS!!!!!

  29. Nielle Rangel - Itajaí SC
    03/01/2013

    Comentário Obrigado Querido!
    Me ajudou bastante!
    Q o Senhor Jesus Cristo continue a derramar graça sobre a tua vida!

  30. SIMONE
    06/06/2013

    ADOREI !APRENDI MUITO COM ESSE ESTUDO! QUE DEUS OS ABENCOE RICAMRNTE!

  31. luciano rangel sao goncalo
    21/06/2013

    adorei conhecer este estudo obrigado Comentário

  32. Franklin
    25/06/2013

    meus queridos, muito obrigado.
    que informaçoes preciosas,
    Deus vos abençoe.

  33. orebis telis querino
    02/11/2013

    Comentário Muito obrigado gostei muito,Esse testo foi muito importante p mim

  34. muinto bom.
    20/11/2013

    Comentário muinto bom.

  35. Silo Junior
    11/12/2013

    Muito obrigado por esse estudo, que Deus continue abençoando a sua vida.

  36. OBRIGADO PELAS DICAS, SAIBA QUE SERÁ DE GRANDE IMPORTÃNCIA PARA MIN MANUSEAR A PALAVRA DE "DEUS" COM SABEDORIA. DEUS TE RESTITUA O TEMPO QUE LEVOU PARA POSTAR, A BIBLIA NOS DIZ QUE TODO NOSSO TRABALHO OU TEMPO NÃO SERÁ INUTIL.
    18/02/2014

    Comentário

  37. Andrelina Dias
    04/03/2014

    Muito obrigada Deus abençoe
    Me ajudou muito !!!

Deixe um comentário